VIDAS TRASNFORMADAS: RELATOS QUE MARCARAM NOSSOS PROJETOS
Engaje-se

24 set

Em meio a vulnerabilidade social, são muitos os desafios enfrentados por quem decide transformar vidas por meio de ação social. Os resultados, no entanto, motivam organizações como a Junta de Missões Nacionais a seguir ampliando seus projetos sociais. Por meio desse tipo de trabalho surgem histórias como a do Leandro, de 11 anos, da Patrícia, uma mãe que recuperou a dignidade, e dos “Rogérios”, pai e filho que se livraram juntos das drogas.

 

Leandro: infância transformada pela Casa Viver

A comunidade de Costa Barros, no Rio de Janeiro, é uma das regiões com menor índice de desenvolvimento humano (IDH) do estado, marcada pela pobreza, pela violência e pelas drogas. É nesse ambiente que o Leandro desenvolve sua infância. “Ele é uma criança muito carente de pai, de mãe, de atenção, de carinho. Ele não tem ninguém para ele se espelhar, para ser uma criança boa”, lamenta sua tia Claudia Maria.

Foi ela quem conheceu a Casa Viver, que oferece reforço escolar para crianças da comunidade. “Eu fiz tudo para ele ficar no projeto, que é para ocupar a mente dele e ele não ficar vendo e fazendo coisas que não deve”, relembra a tia.

Leandro chegou à Casa viver aos 12 anos. Sem saber reconhecer letras e cores, ele recebe aulas individuais para nivelar seus conhecimentos às suas necessidades escolares. Dessa forma, ele poderá seguir adiante nos estudos para construir um futuro.

CONHEÇA O LEANDRO

 

Casa Alma Livre: reconectando mulheres aos seus filhos ao livrá-las das drogas e do crime

Construir longos futuros pode ser menos desafiador quando se ensina a uma criança o caminho por onde ela deve andar do que tentar reparar o rumo de adultos que não tiveram essa oportunidade. Mas, muitas vezes, a transformação da vida de uma criança começa por reestruturar a vida de sua mãe. É assim que a Casa Alma Livre ajuda presidiárias a se ressocializar e restabelecer o vínculo com seus filhos.

Patrícia, Josilaine e Naiara são algumas das mulheres que, dispostas a romper com o crime e com as drogas, encontraram apoio na Casa Alma Livre (MG). Lá elas foram acolhidas e receberam uma nova oportunidade de recomeçar a vida junto com outras vidas que também estava apenas começando, as de seus filhos.

“Os Rogérios”: um relato de pai e filho que se transformaram juntos

Histórias de pais e filhos que se reencontram por meio dos projetos da Junta de Missões Nacionais são recorrentes. Em Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro, um pai que usou drogas com o filho e o abandonou para morar nas ruas reencontrou seu papel na vida desse filho – que passou uma infância inteira sem a presença e amor de seu pai.

Conheça a história dos dois “Rogérios” que foram assistidos pelo projeto Cristolândia: